Em Matera, na Basilicata, o primeiro grande evento dedicado ao “turismo de retorno” confirma que os 80 milhões de descendentes de italianos representam oportunidade econômica e patrimônio de relacionamentos e identidade. O Brasil é um dos países que ganhou atenção com 32 milhões de pessoas de origem italiana: entre os inscritos no AIRE (Registro de Italianos Residentes no Exterior), a maioria é originária do Vêneto, Lazio, Lombardia e Trentino-Alto Adige.

Leia tudo

 

Siga-nos: