O arcebispo dom Giampietro Dal Toso destaca um ponto fundamental na vida das Pontifícias Obras Missionárias: “cem anos atrás, em 3 de maio de 1922, o Papa Pio XI quis que as três primeiras Obras se tornassem Pontifícias e as confiou à Congregação de Propaganda Fide: desta forma, fez delas o principal instrumento através do qual o Papa, com a ajuda das Igrejas locais do mundo inteiro, apoia a atividade missionária tanto idealmente quanto materialmente”

Leia tudo

 

Siga-nos: