Encontrando na Sala Paulo VI os diretores e funcionários da Autoridade Nacional de Aviação Civil, que são responsáveis por todos os controles sobre a segurança da aviação, Francisco sublinhou que a aviação “contribuiu para o desenvolvimento do mundo”, aproximando povos distantes. Mas se for usada como “instrumento de morte”, por meio de bombardeios aéreos, leva a cenários desoladores como na “terrível guerra na Ucrânia”.

Leia tudo

 

Siga-nos: