“Na ilha, está prestes a começar na zona do terremoto a construção da segunda escola e a conclusão das primeiras 10 casas”, afirma o missionário Camiliano Pe. Menegon. Nas áreas destruídas pelo terremoto de agosto passado, os trabalhos de reconstrução estão em pleno andamento. O forte abalo sísmico havia matado mais de 2.200 pessoas e destruído, ou danificado seriamente, mais de 130 mil habitações em uma nação que ainda estava se recuperando do terremoto devastador de 2010, diz ainda o religioso

Leia tudo

 

Siga-nos: