A inflação, uma das mais altas do mundo, e um PIB que diminuiu pela metade em dois anos, estão dificultando cada vez mais a vida da população libanesa, que sobrevive apenas graças às remessas do exterior. Enquanto espera pelas próximas eleições, a instituição financeira internacional aponta as graves falhas da classe dominante. Em segundo plano estão as eleições do próximo mês de maio, com o ex-primeiro ministro Saad Hariri, que está na política há mais de 15 anos, anunciando que não participará

Leia tudo

 

Siga-nos: