O reconhecimento, anunciado em outubro de 2020 por ocasião da beatificação dos jovens Acutis, foi instituído pelo Santuário da Espoliação da pequena cidade da Úmbria, com o objetivo de “promover uma renovação da economia marcada pela da fraternidade, a partir da condição e dos interesses dos mais humildes e desfavorecidos”.
Siga-nos: