Francisco condena o atentado que atingiu tantas estudantes em Cabul, massacradas por três explosões planejadas para fazer o maior número possível de vítimas. A violência contra as mulheres e a educação está de volta ao Afeganistão e o Papa reza por cada uma delas e suas famílias.
Siga-nos: