O Papa Francisco expressou palavras de particular preocupação com a escalada de tensão na Cidade Santa, da qual recordou a identidade multi-religiosa e multicultural. Ele o fez, assegurando sua oração para que Jerusalém seja “um lugar de encontro e não de confronto” e pedindo por “soluções compartilhadas”. Em seguida, voltou seus pensamentos para a Colômbia, onde se registram violências.
Siga-nos: