“A água se tornou uma mercadoria tão complexa quanto ouro e petróleo. As Igrejas devem priorizar programas urgentes e relevantes e trabalhar com vários grupos da sociedade civil para uma solução da crise da água. Cabe aos grupos religiosos responder a várias questões urgentes sobre a sustentabilidade de nossos atuais estilos de vida para o futuro”, afirma David Das, do Grupo Internacional de Referência da Rede Ecumênica da Água. Os cristãos na Ásia estão conscientes da necessidade de defender o direito à água para todos
Siga-nos: