O prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, dom João Braz de Aviz, em entrevista ao Vatican News, analisou o contexto mundial – de crises e polarizações – que vai ganhar a nova encíclica do Papa Francisco sobre a fraternidade e a amizade social. O cardeal brasileiro acredita que o documento vai apresentar diretrizes que tocam, inclusive, os ministros da Igreja que devem seguir uma postura de serviço, não de poder.
Siga-nos: