Em mensagem publicada em seu site no Dia Mundial da Paz, os prelados colombiados reafirmam a sacralidade da vida humana e pedem que seja colocado um fim definitivo à “máquina de matar” que ensanguenta várias regiões do país.
Siga-nos: