Diante dos protestos no centro de Ciudad del Este, Paraguai, devido ao retorno à fase 0 da quarentena, dom Guillermo Steckling, bispo de Ciudad del Este, em um comunicado, pediu calma e lembrou que o direito de expressar sua opinião inclui o respeito à integridade física e à propriedade de outras pessoas.
Siga-nos: