Embora os cidadãos estrangeiros residentes na África do Sul, mas sem documentos, não sejam elegíveis no fundo de ajuda COVID-19, várias organizações não governamentais juntamente com a Igreja Católica têm oferecido e continuam a oferecer apoio aos que mais necessitam de pacotes alimentares ou cestas básicas.
Siga-nos: