“Quando os conflitos fizeram com que todas as ONGs fugissem, a Igreja permaneceu, em particular as religiosas, o mais próximo possível das populações mais pobres, como muitas Madre Teresa que não conhecemos!”, diz a Igreja à Ajuda que Sofre.
Siga-nos: