A suspensão das Missas públicas “não é um fracasso espiritual mas, pelo contrário, é uma oportunidade para redescobrir o poder da oração e aprofundar nossa vida espiritual”, para entender a força de “uma fé cheia de esperança compaixão e amor”, diz Dom Isao Kikuchi. “Nós realmente acreditamos no poder da oração. Nada nos impedirá de rezar.”
Siga-nos: