No noroeste da Síria, 800.000 pessoas estão fugindo dos combates entre rebeldes e forças governamentais em condições humanitárias desesperadas. Em Aleppo, “a temperatura chegou aos sete graus abaixo de zero à noite”, relata ao Vatican News Dom Jean-Clément Jeanbart. O prelado vendeu seu carro para ajudar 500 famílias carentes.
Siga-nos: