DECOLORES, irmãos de caminhada!

MCC: caminho de santificação.

“Sede misericordiosos como vosso Pai é misericordioso”(Lc 6, 36).

Caríssimas irmãs e irmãos de caminhada! Na semana passada refletimos sobre a necessidade de confirmar nossa caminhada, e os valores desta nossa caminhada. Hoje queremos parar um pouco e considerar outra atitude fundamental: a necessidade de resgatar. Ao longo de nossa vida vamos perdendo certos valores, vamos deixando de lado. Como somos humanos, é natural que aos poucos esqueçamos algumas atitudes e até gestos fundamentais. Há sempre o perigo da rotina, do esquecimento, pois são tantas as novidades oferecidas pela sociedade atual que facilmente podemos deixar para trás muitas coisas importantes e as deixamos de cultivar. Daí a necessidade de resgatar, ou seja, voltar a colocar algumas atitudes em destaque, a priorizá-las.

Diante da sociedade que estamos vivendo, há urgência em resgatar a alegria de ser cristão, o entusiasmo pela evangelização, o amor à nossa Igreja. Frente a uma sociedade pós-verdade, sem Deus, precisamos resgatar a coragem de anunciar com clareza a presença de Cristo vivo e ressuscitado. Na sociedade atual, que prioriza e que dá suma importância ao consumismo, necessitamos resgatar a simplicidade, e até a austeridade. Numa sociedade onde vale tudo, onde a verdade depende de cada um, somos convidados a resgatar o valor da verdade permanente de amor, do diálogo da honestidade, da sinceridade. Diante de uma sociedade onde reina e predomina a violência, sociedade cuja cultura predominante é a cultura da morte, precisamos resgatar a cultura da misericórdia, da vida e da tolerância. Numa sociedade cuja tônica e o radicalismo, é urgente resgatar a cultura do diálogo, dos valores, do respeito e da flexibilidade. Nascemos para Evangelizar!

Pai nosso…

Pe. Xiko

Siga-nos: