DECOLORES, irmãos de caminhada!

MCC: caminho de santificação.

Sede misericordiosos como vosso Pai é misericordioso”.  (Lc. 6, 36)

Aqui estamos, nesta semana, mais uma vez para reviver o momento decisivo e definitivamente marcante em nosssa vida, o Cursilho. Trazemos presente aqueles dias extraordinários, inesquecíveis que deram um novo rumo à nossa caminhada. Desejamos reviver os três dias que fizemos, com certeza, a mais bela experiência de nossa vida.

Proponho que, hoje, tiremos um tempinho para lembrar aqueles memoráveis dias, as profundas declarações de amor de Deus e, sobretudo, as surpresas com que Deus nos brindou. Você não esqueceu, não? Então, paremos um instante e agradeçamos o privilégio, o dom e a graça que tivemos de termos sido escolhidos a participar de tão precioso programa. Sim, digo “programa”, pois o Cursilho (retiro) na verdade não é só um retiro, mas é, sim, muito mais que um retiro, é um programa de vida. É uma proposta de vida nova. Por isso, o Cursilho é como a missa que não termina com o “ide”, mas aí começa a missão. Assim, o Cursilho conclui-se com um compromisso: “Cristo com você”, e nós respondemos:  “e eu com sua Graça”. Sabemos que Deus não falha, é fiel. E nós?

Volto a insistir: precisamos compreender que o Cursilho inicia a caminhada, nos coloca de pé, nos dá a direção e os critérios, mas precisamos continuar, prosseguir, mesmo que  tenhamos falhas, quedas, erros, pois o Cursilho não é vacina que nos imuniza. Continuamos humanos, frágeis e pecadores, mas conscientes da misericórdia de Deus. Irmãs e irmãos, não façamos do Cursilho apenas um momento, por mais precioso e rico que tenha sido, mas façamos do Cursilho uma proposta para toda a nossa vida.

Façamos dessa experiência um novo modo de viver e de agir.

Nascemos para Evangelizar!

Pai nosso…

Pe. Xiko

Siga-nos: