Caros irmãos e irmãs de caminhada.

MCC: Caminho de Santificação

DECOLORES!

Sede misericordiosos como vosso pai é misericordioso” (Lc. 6,36).

  1. A Palavra no cursilho.

No cursilho três ou dois dias tudo é importante. Depois que se inicia o evento cursilho, não há mais recreio. Tudo deve ser evangelizador. O ambiente acolhedor, as pessoas alegres, entusiastas, o clima de normalidade e descontração, tudo isso faz parte do cursilho. No entanto, a Palavra no Cursilho ocupa um lugar de destaque, pois nosso método é querigmático, ou seja, de anúncio.  A Palavra precisa ser fecundada por três elementos: pela fé, pelo amor e pela vida de quem a anuncia. Antes de ser proferida ela necessita ser assimilada, digerida. Por isso a Palavra não deveria ser lida, mas dita, anunciada, proclamada, mesmo que haja papel para apoio.

A Palavra (mensagem) deve estar grávida de fé e de amor. O mensageiro anuncia aquilo em que crê, que quer e se esforça para viver. A Palavra tem de ser sincera e manifestar o profundo desejo de ser Igreja e de viver como Igreja. Precisa transparecer que o mensageiro é instrumento, que a Palavra não é sua, mas dela ele é portador. A Palavra precisa clara, simples, convincente e suficiente, regada de testemunho e nunca ameaçadora, condenatória, moralista, amarga ou pessimista.

Então, como deveria ser a Palavra: positiva, provocativa, incentivadora, animadora, afirmativa e encantadora.

A Palavra, antes de ser proferida, deveria ser ouvida, rezada, assimilada e vivida.

Pai nosso…

Nascemos para Evangelizar!

Pe. Xiko

Siga-nos: