Liturgia do dia 14/06/2019

Leituras
2Cor 4,7-15
Sl 115(116b),10-11.15-16.17-18 (R/. cf. 17a)
Mt 5,27-32

10ª Semana do Tempo Comum

Sexta-Feira

Primeira Leitura: 2Cor 4,7-15

7No entanto, levamos este tesouro em vasos de barro, para compreendermos que este poder imenso pertence a Deus, e não a nós. 8De fato, somos oprimidos em tudo, mas não esmagados. Ficamos em dúvida, mas não desesperados. 9 Somos perseguidos, mas não alcançados, derrubados mas não destruídos. 10 Sempre trazemos no corpo os sofrimentos da morte de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nosso corpo. 11Enquanto vivermos, seremos entregues continuamente à morte por causa de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo mortal. 12Assim, a morte age em nós, e em vós, a vida. 13E como possuímos o mesmo Espírito de fé, conforme aquilo que está escrito: acreditei e por isso falei, nós também cremos, e por isso falamos. 14 Sabemos que aquele que ressuscitou o Senhor também vai nos ressuscitar com Jesus, vai colocar-nos, convosco, junto dele. 15E isto tudo é por vossa causa, para que a graça faça crescer, por um número cada vez maior de pessoas, a ação de graças para a glória de Deus.

 

Salmo: Sl 115(116b),10-11.15-16.17-18 (R/. cf. 17a)

R.: Ofereço ao Senhor, grato, um sacrifício.

10(1)Confiei no Senhor, mesmo ao dizer: “Acabrunhado estou!”. 11(2)Na minha confusão eu exclamei: “Mentira é todo homem!”

15(6)Quão preciosa aos olhos do Senhor a morte dos seus santos! 16(7)Teu servo sou, de tua escrava filho; quebraste os meus grilhões!

17(8)E te ofereço, grato, um sacrifício, o teu nome invocando. 18(9)Pago minhas promessas ao Senhor diante de todo o povo.

Evangelho: Mt 5,27-32

27Ouvistes o que foi dito: Não cometerás adultério. 28Mas eu vos digo: Todo aquele que olhar para uma mulher com mau desejo já cometeu no seu coração adultério com ela. 29 Se teu olho direito te leva ao pecado, arranca-o e atira-o longe de ti, porque é preferível que percas um dos teus membros, a ser todo o teu corpo atirado à geena. 30E se a tua mão direita te leva ao pecado, corta-a e atira-a longe de ti. É preferível que se perca um só dos teus membros a que todo o teu corpo seja atirado à geena. 31De outra parte, também isto foi dito: Todo aquele que se divorciar da sua mulher, dê-lhe uma certidão de divórcio. 32Mas eu vos digo: Todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto em caso de união ilegal, expõe-na ao adultério. E quem se casa com ela comete adultério.

Leituras: Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil 2019 – Ano C – São Lucas, Brasília, Edições CNBB, 2018.

Citações bíblicas: Bíblia Mensagem de Deus, São Paulo, Edições Loyola, 2016.

 

Boa Nova para cada dia

“Se tua mão direita é para ti ocasião de pecado, corta-a e joga-a para longe de ti!”. (Mt 5,30).

O Evangelho nos traz novamente um ensino radical de Jesus sobre a perfeição dos que entram no Reino de Deus e desejam verem-se livres do inferno.

Quem não se admira e espanta ouvindo uma frase como esta: “Se tua mão direita é para ti ocasião de pecado, corta-a e joga-a para longe de ti!”. (Mt 5,30).

Não é um exagero de Jesus?

Sem dúvida Jesus quis usar propositalmente o exagero para que seus ouvintes percebessem que muito mais horrível é ser condenado ao inferno. Nada neste mundo tem valor tão grande que nos acabe levando ao inferno. Nem um olho, uma mão, um pé.

“… é melhor perder um de teus membros do que com todo o teu corpo ir para o inferno” (Mt 5,30b).

Jesus precisava deste recurso retórico para alertar seus ouvintes sobre o perigo de morrer sem conversão e ir parar no inferno. Mesmo que eles se escandalizassem ou fossem tentados a não entrar no Reino de Deus, para Jesus este recurso era necessário.

Notemos bem: Jesus conserva o exagero da punição somente quanto a pessoa não se arrepende de ter usado seu corpo para cometer o pecado e parar no inferno.

Pensemos bem nisto, e veremos como Jesus está certo.

Autor: Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma


Siga-nos: