“Esta catástrofe danificou seriamente um edifício histórico. Estou ciente de que também atingiu um símbolo nacional muito querido aos parisienses e franceses na diversidade de suas convicções”, afirma o Papa Francisco no telegrama enviado ao arcebispo de Paris, dom Michel Aupetit.

Siga-nos: