Caros irmãos de caminhada, DECOLORES!

“Sede misericordiosos como vosso Pai é misericordioso” (L6,36)

Caminhamos para a quarta semana da Quaresma.

Ouvimos o convite, durante esse tempo, de progredir no conhecimento de Jesus e responder com uma vida mais santa. Para isso, acompanhamos Jesus no silêncio do deserto. A seguir, com Ele, subimos a montanha, experimentamos a maravilhosa presença em sua transfiguração e ouvimos a declaração: “Este é meu filho muito amado, ouvi o que Ele diz”.  Na última semana fomos convidados a tomar consciência de que todos, não só alguns, mas todos somos pecadores, necessitamos de conversão.

Nesta semana, através da encantadora parábola do Pai rico em misericórdia, experimentamos a alegria de quem se converte. Fazemos a experiência do abraço paterno-materno, ao retornar ao aconchegante lar. Sem perguntas, sem cobranças, mas com festa, anel, sandálias e roupa nova.

Em síntese, na primeira semana os verbos foram: “afasta-te, só a Deus servirás”. Na segunda semana: “ouvi o que Ele diz, escutai-o”. Na terceira semana: “convertei-vos, senão morrereis”. Nesta quarta semana são muitos os verbos importantes como: “entrou para dentro de si e refletiu…”

Irei a meu pai:… – Meu pai, pequei contra o céu e contra ti…

Cobriu-o de beijos… Estava morto e reviveu, tinha se perdido e foi achado.

Façamos festa!

Também nós somos convidados a experimentar o abraço do Pai.

DECOLORES!

Pe. Xiko

Siga-nos: