“Expresso minha proximidade à comunidade religiosa e civil e renovo o convite a unir-se com a oração e os gestos de paz para combater o ódio e a violência.”, disse o Papa ao final da oração do Angelus.

Siga-nos: