Liturgia do dia 05/02/2019

Leituras
Hb 12,1-4
Sl 21(22),26b-27.28.30.31-32 (R/. 27b)
Mc 5,21-43

4ª Semana do Tempo Comum

Terça-Feira

Primeira Leitura: Hb 12,1-4

1 Eis  por que também nós, tendo uma tal nuvem de testemunhas que nos rodeiam, devemos nos livrar de todo obstáculo e pecado que nos seduz, e correr resolutamente a carreira que nos é proposta. 2 Tenhamos bem diante dos olhos o exemplo de Jesus, o autor e o aperfeiçoador da nossa fé. Em lugar da alegria que lhe fora prometida, ele suportou a cruz, sem fazer caso desse castigo vergonhoso. E está sentado à direita do trono de Deus. 3 Levai em consideração que ele suportou uma tão grande oposição da parte dos pecadores para que não vos deixeis abater pelo desânimo. 4 Vossa resistência, na luta contra o pecado, ainda não chegou ao ponto de derramardes o sangue.



Salmo:  Sl 21(22),26b-27.28.30.31-32 (R/. 27b) 

R.: Louvem o Senhor os que o procuram! 

26b Cumpro os meus votos diante dos que o temem. 27 Que os pobres comam, sejam saciados,  e louvem o Senhor os que o procuram! 

28 Converta-se ao Senhor a terra inteira,  prostrem-se diante dele as nações todas! 

30 Curvem-se diante dele os poderosos,  os que descem ao pó a ele adorem! 

31 Por ele viverei, também meus filhos,  que hão de proclamá-lo às gerações. 32 Dirão sua justiça aos novos povos,  anunciando as obras do Senhor.

 

Evangelho: Mc 5,21-43

21 Depois que Jesus voltou para a outra margem, enquanto ainda estava no mar, grande multidão acorreu até ele. 22 Chegou um dos chefes da sinagoga, chamado Jairo, que, quando o viu, jogou-se por terra a seus pés. 23 Suplicou-lhe com insistência dizendo: “Minha filha está nas últimas. Vem, impõe-lhe as mãos para que ela sare e viva!”. 24 Jesus foi com ele. Uma grande multidão o seguia e o apertava de todos os lados. 25 Ora, certa mulher sofria há doze anos de uma perda de sangue. 26 E ela tinha sofrido muito nas mãos de vários médicos, já tendo gasto tudo que possuía sem melhorar, e, pelo contrário, piorando cada vez mais. 27 Quando ela ouviu falar de Jesus, meteu-se entre a multidão e chegando por trás tocou na roupa dele. 28 Ela pensava: “Se eu tocar nele, ainda que seja só na roupa, ficarei curada”. 29 E imediatamente secou a fonte do seu sangue, e ela percebeu, em seu corpo, que estava curada da doença. 30 Mas logo Jesus sentiu que uma força tinha saído dele. Virou-se então no meio da multidão e perguntou: “Quem tocou na minha roupa?”. 31 Os discípulos responderam: “Estás vendo a multidão que te aperta e ainda perguntas: Quem te tocou?”. 32 E ele olhava a sua volta procurando aquela que tinha agido assim. Sabendo o que tinha acontecido, 33 a mulher, amedrontada e tremendo, foi cair aos pés de Jesus e lhe contou toda a verdade. 34 Ele lhe disse: “Filha, tua fé te curou. Vai em paz e fica curada da tua doença”. 35 Ele ainda estava falando quando chegaram mensageiros da casa do chefe da sinagoga, dizendo: “Tua filha morreu. Por que ainda incomodar o Mestre?”. 36 Jesus, percebendo o que acabavam de dizer, disse ao chefe da sinagoga: “Não temas, mas apenas crê!”. 37 E não permitiu que nenhum outro o acompanhasse a não ser Pedro, Tiago e João, irmão de Tiago. 38 Chegaram à casa do chefe da sinagoga. Ele notou grande agitação, choro e lamentações. 39 Entrou e lhes disse: “Por que esta confusão e este choro? A menina não está morta, mas dorme”. 40 Eles se puseram a caçoar. Mas ele fez com que todos saíssem. E levando consigo o pai e a mãe da menina, e os que o tinham acompanhado, entrou onde a menina estava estendida. 41 Pegando na mão da menina, disse-lhe: Eu te ordeno: “Talitá kum”, isto quer dizer: “Menina, levanta-te!”. 42 E no mesmo instante a menina se levantou e andava, pois já tinha doze anos. Todos ficaram profundamente assombrados. 43 Mas ele lhes recomendou, com insistência, que ninguém tivesse notícia do caso. E mandou dar de comer à menina. 

Leituras: Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil 2019 – Ano C – São Lucas, Brasília, Edições CNBB, 2018.

Citações bíblicas: Bíblia Mensagem de Deus, São Paulo, Edições Loyola, 2016.



Boa Nova para cada dia


Ela pensava: “Se eu ao menos tocar na roupa dele, ficarei curada”. (Mc 5,28).

O fato mais importante no Evangelho de hoje é a ressurreição da filha de Jairo.

Consideremos Jesus nesta ressurreição realizada por Ele, com um poder que somente Deus tem. Se comparamos Jesus com o profeta Moisés, vemos que Jesus o supera e muito, pois a Moisés Deus não deu o poder de ressuscitar os mortos.

Por outro lado, a ressurreição da filha de Jairo foi feita por Jesus como um sinal de que Ele podia ressuscitar outras pessoas também. Mas o mais importante, é que sabemos pelos Evangelhos, que Ele, depois de ressuscitado, tem o poder de dar a Vida Eterna a todos os que Nele crerem. E entre estes, estamos nós.

Tiremos proveito desta lição, e passemos a considerar outro fato também relatado neste Evangelho: é a cura da mulher que sofria de fluxo de sangue.

Ela não conseguia chegar perto de Jesus e falar-Lhe sobre sua doença. Então apenas tocou sua roupa e ficou curada. Ora, este foi um milagre que Jesus não fez intencionalmente. Mas este fato mostra, que mesmo que Jesus não quisesse, Dele saía uma força com poder de curar os doentes. Com isto Jesus não se mostrou com maior poder do que Moisés? Se foi assim, quanto não poderiam esperar os judeus de Jesus como novo líder do Povo Eleito?

O Evangelho nos leva a pensar nisto.

E pensamos realmente em Jesus como o novo líder de Israel, mais agora, em que temos certeza em razão de Sua Morte e Ressurreição, que Ele de fato é o Salvador que devia vir a este mundo.

Consideremos estas coisas em nossa oração hoje, sentindo-nos tão próximos de Jesus que Lhe podemos pedir qualquer coisa. Ele é o doce rabi da Galileia, disposto a curar todos os nossos males, espirituais e corporais. Nossa confiança Nele não tenha limites.



Autor: Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.


Siga-nos: