Liturgia do dia 06/12/2018

Leituras
Is 26,1-6
Sl 117(118),1.8-9.19-21.25-27a (R/. 26a)
Mt 7,21.24-27

1ª Semana do Advento

Quinta-Feira

Primeira Leitura: Is 26,1-6

Leitura do Livro do Profeta Isaías

Naquele dia, 1 será entoado este hino na terra de Judá: “Temos uma Cidade forte. Para nos proteger, ele pôs muro e antemuro. 2 Abri as Portas, para que entre a nação justa, que guarda fidelidade,3 de caráter firme, pacífica, porque confia em ti. 4 Confiai sempre em Javé: Ele é o eterno Rochedo 5 que humilhou os altaneiros, a cidade escarpada; destruiu-os, deitou-os por terra, lançou-os abaixo do pó: 6 os pés dos humildes e os passos dos pobres calcam-na”.

Salmo: Sl 117(118),1.8-9.19-21.25-27a (R/. 26a)

R. Bendito é aquele que vem vindo em nome do Senhor! 

1 Dai graças ao Senhor porque ele é bom: “O seu amor se estende pelos séculos!”.

8 É melhor abrigar-se no Senhor que colocar nos homens a esperança. 9 É melhor refugiar-se no Senhor que confiar nos homens poderosos.

19 Abri-me, vós, as portas da justiça e entrarei dando graças ao Senhor! 20 “Sim, esta é a porta do Senhor; só quem é justo pode atravessá-la.” 21 Graças a ti, Senhor, porque me ouviste e te tornaste a minha salvação!

25 Concede-nos, Senhor, a salvação; concede-nos, Senhor, prosperidade!” 26 Bendito seja em nome do Senhor aquele que penetra nos seus átrios! 27a Da casa do Senhor vos bendizemos: Deus é o Senhor, que Deus nos ilumine!

Evangelho: Mt 7,21.24-27

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:

21 Nem todos os que dizem: ‘Senhor, Senhor’, entrarão no reino dos céus; mas sim os que fazem a vontade do meu Pai que está nos céus.24 Assim, todo aquele que ouve as minhas palavras e as põe em prática será semelhante a um homem ajuizado, que constrói sua casa sobre a rocha. 25 Cai a chuva, correm as enxurradas, sopram os ventos que se lançam contra essa casa. Mas ela não desaba, porque está construída sobre a rocha. 26 Mas todo aquele que ouve as minhas palavras e não as põe em prática será semelhante a um tolo, que constrói sua casa sobre a areia. 27 Cai a chuva, correm as enxurradas, sopram os ventos que se lançam contra essa casa, e ela desaba: é uma destruição total!”

Leituras: Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil 2018 – Ano B – São Marcos, Brasília, Edições CNBB, 2017.

Citações bíblicas: Bíblia Mensagem de Deus, São Paulo, Edições Loyola e Editora Santuário, 2016.

Boa Nova para cada dia

“Quem ouve estas minhas palavras é como o homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha.” (Mt 7,24).

Estamos habituados a ouvir estas palavras de Jesus e concordamos em que Ele tem toda a razão: Nele nós confiamos e Nele pomos o fundamento de nossa fé. Estar apoiado sobre Jesus, sua pessoa, seus ensinos, suas promessas, suas bem-aventuranças, suas bênçãos é a melhor garantia e segurança de nossa Salvação.

Pelo contrário, procurar Salvação fora de Jesus é a perda da Salvação. 

Quando Jesus disse estas palavras, não estava dizendo uma coisa que não ressoasse uma lembrança do passado do Povo de Deus. Houve um profeta que previu a reconstrução de Jerusalém num período em que o Povo Eleito se libertara da escravidão da Babilônia. Está no Livro de Isaías em 26,1b-4:

V.1b. Uma cidade fortificada [Jerusalém] é a nossa segurança; 

O Senhor cercou-a de muros e antemuros. 

V.2. Abri as suas portas, para que entre um Povo Justo, cumpridor da Palavra,

V.3. firme em seus propósitos; 

e tu lhe conservarás a paz, porque confia em ti. 

V.4. Esperai no Senhor por todos os tempos, o Senhor é a Rocha Eterna

Nos tempos de Jesus esta leitura de Isaías era feita aos sábados nas sinagogas.

Quando Jesus falou sobre a rocha que seu ensino e sua palavra são, as pessoas que O ouviam recordavam esta passagem de Isaías. 

Este era o modo de Jesus mostrar como as antigas esperanças do passado do Povo Eleito se cumpriam Nele. 

Jerusalém reconstruída depois da volta da Babilônia era segurança para os israelitas que nela iam morar.

Assim também Jesus é a segurança para o Povo de Deus que confia em Suas palavras e ensinos.

Jesus e o que ensina é a Nova Rocha sobre a qual a fé do Povo Eleito se apoiará e se sentirá firme até o dia da Salvação Eterna.

Esta é uma meditação que nos convém neste início de Ano Litúrgico, neste Advento: estamos começando um Ano Novo neste primeiro ciclo da Liturgia em Igreja.

Neste momento precisamos pôr novos fundamentos para nossa vivência religiosa. E Jesus Cristo é nosso ponto de referência. Não acertaremos se pusermos nosso fundamento em outras coisas a não ser em Jesus e no seu Evangelho. 

Vejamos Jesus que nasce no Natal: Ele mal está começando sua vida na terra. Ele tem em Deus sua Rocha. Por isso Ele nunca terá hesitações ou dúvidas sobre o que deverá realizar em sua existência: Ele irá até o fim de sua vida nos caminhos que para Ele Deus traçou. Assim Ele cumprirá Sua missão de nos salvar.

Imitemos Jesus que pôs em Deus sua segurança. 

Poremos nossa segurança no Pai e no Filho. 

E até o fim de nossa vida teremos certeza de acertar em tudo para nos salvar 

Autor: Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.


Siga-nos:                  
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Loja Virtual