O bispo de Juína destaca-nos na composição populacional da diocese mato-grossense a forte presença indígena, com nove etnias, os povos ribeirinhos e os descendentes dos imigrantes provenientes do Japão, Itália, Alemanha e Polônia, formando desse modo uma mistura de diferentes culturas na região.
Siga-nos:                  
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Loja Virtual