Na próxima quarta-feira, 3 de outubro, o Papa Francisco presidirá a uma solene celebração Eucarística, na Praça São Pedro, no Vaticano, por ocasião da inauguração da XV Assembleia ordinária do Sínodo dos Bispos.

“Rezo pelos defuntos, infelizmente numerosos, pelos feridos e por aqueles que perderam casa e trabalho. Que o Senhor os console e apoie os esforços daqueles que estão trabalhando nos socorros”, disse Francisco.

Liturgia do dia 30/09/2018 LeiturasNm 11,25-29 Sl 18(19),8.10.12-13.14 (R/. 8a e 9b) Tg 5,1-6 Mc 9,38-43.45.47-48 26º Domingo do Tempo Comum Domingo Primeira Leitura: Nm 11,25-29 Naqueles dias: 25 Desceu Javé na nuvem e falou a Moisés; tomando do espírito que estava em Moisés, Ele o colocou sobre os 70 homens, os anciãos. Ora, logo…

As informações sistematizadas evidenciam que continua dramática a quantidade de registros de suicídio, assassinato, mortalidade infantil e violações relacionadas à terra tradicional e à proteção delas.

O tema, escolhido pelo Papa Francisco, “sublinha a importância de restituir à comunicação uma perspectiva ampla, baseada na pessoa, e enfatiza o valor da interação entendida sempre como diálogo e oportunidade de encontro com o outro”.

A pedido do Santo Padre, a Rede Mundial de Oração lança, neste mês de outubro, uma Campanha especial de Oração para que os fiéis de todos os Continentes possam invocar Nossa Senhora e o Arcanjo Miguel, para que protejam a Igreja nestes tempos difíceis.

“Os últimos são aqueles que perderam a casa e o trabalho e lutam para manter sua família, os últimos são aqueles que vivem marginalizados e doentes, ou são vítimas de injustiças e abusos”, disse Francisco.

Liturgia do dia 29/09/2018 Leituras Dn 7,9-10.13-14 ou Ap 12,7-12a Sl 137(138),1-2a.2bc-3.4-5 (R/. 1c) Jo 1,47-51 São Miguel, São Gabriel e São Rafael, Arcanjos . Festa Sábado Primeira Leitura: Dn 7,9-10.13-14 9 Enquanto eu contemplava, foram colocados tronos e um Ancião se assentou. Sua veste: branca como neve; os cabelos da cabeça: puros como lã….

“Existe uma identificação conosco, de nós com ele, que seguramente ele recebeu também da sua experiência pastoral na América Latina. E nos identificamos porque o nosso modo de ser pastor é assim”, afirma o bispo de Bacabal, evidenciando uma identificação recíproca entre os bispos e o Papa.

“Fala-se muito” de “jovens que não têm trabalho, que não fazem política, que não frequentam a Igreja” e que “se distanciaram”, acabando por serem considerados cada vez mais um problema do que um recurso, observa Francisco. É preciso superar a “distânia de segurança” entre jovens e adultos.

Siga-nos: