P. Zollner e p. Lombardi: as regras, as leis como tais, não mudam o coração. Há uma verdadeira renovação a ser feita na Igreja, mas não partimos do ponto zero.

Ao final do Angelus, Papa recordou que Natal é festa da família e dirigiu seu pensamento a quem está longe de casa e da terra natal, fazendo votos de que encontrem na Igreja uma família.

Francisco enalteceu o “bem precioso da liberdade” ao recordar a data histórica de 11 de novembro de 1918, quando os poloneses recuperaram a independência depois de 123 anos de domínio estrangeiro. O dia também marcou o fim da I Guerra Mundial.

Siga-nos: